Você está em:

TRIGO

TBIO SOSSEGO


TBIO SOSSEGO | 2016

Logotipo Biotrigo

 


Regiões de VCU

 (Valor de Cultivo e Uso) 

Indicado para cultivo nas regiões tritícolas: RS1, RS2, SC1, SC2, PR1, PR2, PR3, SP2, SP3, MS3, MS4, MG4, GO4, DF4

Qualidade Industrial


Classificação Trigo Pão
Força de Glúten (W médio) 308
Estabilidade (minutos) 11
Dureza do Grão DURO
Coloração do Grão VERMELHO-CLARO
Peso de mil sementes (média em gramas) 33
Germinação na Espiga MR

Características Agronômicas


Ciclo MÉDIO
Altura média da planta MÉDIA
Espigamento MÉDIO
Maturação MÉDIO
Comportamento a geada na fase vegetativa MR/MS
Comportamento ao acamamento MR/MS
Comportamento a debulha MR
Crestamento MR
  teste
Brusone
Ferrugem da Folha
Giberela
Manchas Foliares
Mosaico
Oídio
VNAC
Bacteriose

Destaques


 

  • Visando maior rentabilidade ao triticultor, TBIO Sossego entrega melhor pacote fitossanitáriodo mercado.
  • Se destaca pelo alto nível de resistência às principais doenças da cultura: nas folhas apresenta excelente resistência ao complexo de manchas, ferrugem e bacteriose. Na espiga, mantém o ótimo nível de segurança das cultivares TBIO, com boa resistência à Brusone, Giberela e germinação na espiga.
  • No rendimento de grãos, TBIO Sossego possui elevado teto produtivo, similar ao do TBIO Sinuelo.
  • Trigo Pão, que atende a demanda de qualidade industrial exigida pelo mercado, apresentando bons resultados para panificação.

 

Sugestões de Cultivo


 

  • Densidade de população de plantas:
    • Para VCU 1 e VCU 2: 300 a 330 plantas finais/m²
    • Para VCU 3 e VCU 4: 330 a 350 plantas finais/m²
  • Para áreas de alta fertilidade, considerar uso de regulador de crescimento;
  • Ter oídio como doença alvo;
  • Manejo de N em pré-espigamento:boa resposta em proutividade e qualidade industrial.

Unidade Principal


Rua Santos Dumont, nº: 21 | 85710-000
Fone: (46) 3563-8600
Santo Antônio do Sudoeste - Paraná